22 Maio, 2024

Organização dos Países Exportadores de Petróleo revê em alta procura mundial de petróleo em 2023

© D.R.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) elevou hoje em 100.000 barris diários a sua previsão para a procura mundial de petróleo em 2023, em comparação com as estimativas feitas há um mês, devido ao impulso da economia chinesa.

“A procura mundial de petróleo deverá crescer 2,4 milhões de barris por dia em 2023, depois de uma revisão em alta de cerca de 0,1 milhões de barris por dia em relação ao mês passado, principalmente devido a uma procura mais forte na China no segundo trimestre”, afirmou a OPEP no seu relatório mensal sobre o mercado petrolífero.

As estimativas da OPEP, que situam a procura total em 2023 em 102 milhões de barris por dia, contrastam com as da Agência Internacional da Energia, que reviu em baixa a sua previsão para a procura mundial de petróleo este ano, devido a expectativas económicas mais baixas, nomeadamente uma menor atividade industrial na Europa.

A OPEP, por outro lado, sublinha que aumentou as suas expectativas para o consumo mundial de petróleo devido ao forte crescimento homólogo da procura em abril e maio na China, o maior importador mundial de petróleo bruto.

Nos países mais desenvolvidos, a procura de petróleo em 2023 aumentará 62.000 barris por dia para 46 milhões de barris por dia, segundo a OPEP, enquanto os países em desenvolvimento serão responsáveis por quase todo o aumento do consumo com 2,4 milhões de barris por dia para um total de 55,99 milhões de barris por dia.

Até 2024, a OPEP prevê um “crescimento global sólido”, aumentando a procura de petróleo em 2,2 milhões de barris por dia para uma média de 104,25 milhões de barris por dia, com grande parte do crescimento em países em desenvolvimento como a China e a Índia.

O grupo de produtores de petróleo espera que a economia mundial cresça 2,5% no próximo ano, abaixo da sua estimativa de crescimento de 2,6% este ano.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados