15 Junho, 2024

Câmara Municipal de Sines alvo de diligências policiais

A Câmara Municipal de Sines, Setúbal, está hoje a ser alvo de diligências por parte de autoridades policiais, que se encontram no interior do edifício, enquanto os funcionários estão no exterior, disse fonte do município.

© Facebook de Nuno Mascarenhas

“Estão a decorrer diligências pelas autoridades no interior do edifício da câmara e todos os funcionários encontram-se no exterior”, referiu.

Segundo a mesma fonte contactada pela agência Lusa, no local “aguarda-se a chegada do Ministério Público” para participar nessas mesmas diligências.

A agência Lusa contactou hoje o presidente da Câmara de Sines, Nuno Mascarenhas (PS), mas o telemóvel do autarca encontrava-se desligado.

De acordo com a edição de hoje do jornal Público “estão em curso esta manhã buscas da PSP em diversos ministérios e na residência oficial do primeiro-ministro, no Palácio de São Bento”.

O Público apurou que já foram detidos o chefe de gabinete de António Costa, Vítor Escária, o consultor próximo de Costa, Diogo Lacerda Machado e o presidente da Câmara de Sines, assim como dois executivos de empresas.

De acordo com o mesmo jornal, “a operação deve-se a uma investigação sobre os negócios do lítio, em Montalegre” e envolverá ainda “uma investigação criminal relacionada com um megaprojeto na área do hidrogénio verde em Sines”.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados