13 Abril, 2024

Partido Republicano elege presidente próximo de Trump

O Comité Nacional Republicano dos EUA nomeou hoje para presidente do partido Michael Whatley, uma figura próxima do ex-presidente Donald Trump, que se prepara para uma terceira corrida presidencial.

© Facebook de Michael Whatley

 

Michael Whatley – um republicano da Carolina do Norte que adotou as teorias não sustentadas de Trump sobre fraude nas últimas eleições – foi eleito como novo presidente nacional do partido numa votação na manhã de hoje em Houston.

Lara Trump, nora do ex-presidente, será copresidente do partido.

A equipa de recandidatura de Trump promete não usar o partido para pagar as suas crescentes contas legais pessoais, mas o ex-presidente e os seus assessores terão um controlo firme da organização, em particular do processo de angariação de fundos.

“O Partido Republicano será a vanguarda de um movimento que trabalhará incansavelmente todos os dias para eleger o nosso candidato, Donald J. Trump, como o 47º Presidente dos Estados Unidos”, disse Whatley num discurso após ser eleito.

Whatley substituiu a presidente de longa data Ronna McDaniel, depois de esta ter caído em desgraça junto de figuras-chave do movimento “Make America Great Again”, que suporta a candidatura do ex-presidente.

Lara Trump deverá ficar com o pelouro da angariação de fundos e da presença perante os ´media’.

O líder executivo do partido será Chris LaCivita, que assumirá a função de chefe de gabinete do comité, mantendo ao mesmo tempo o seu cargo como um dos dois principais conselheiros da campanha de Trump.

Com a bênção de Trump, LaCivita promete implementar mudanças radicais e mudanças de pessoal em todos os níveis do partido, para garantir que funciona perfeitamente como uma extensão da campanha de Trump.

Numa entrevista na quinta-feira, LaCivita procurou conter as preocupações de alguns membros do partido de que o comité – que está descapitalizado – ajudaria a pagar as contas dos processos judiciais em que Trump está envolvido.

Trump enfrenta quatro acusações criminais e um total de 91 acusações, bem como uma sentença de fraude civil de 355 milhões de dólares (cerca de 320 milhões de euros), da qual já recorreu.

LaCivita disse que as pessoas que especulam sobre o pagamento de contas legais pelo partido fazem-no “puramente com base na tentativa de prejudicar os doadores”.

Contudo, os ‘media’ norte-americanos noticiaram que o Partido Republicano tem estado a pagar algumas das contas legais de Trump, nomeadamente os casos que correm em tribunais de Nova Iorque, de casos que se iniciaram quando o empresário ainda estava na Casa Branca.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados