12 Abril, 2024

A maturidade é real

Quando se atinge a maturidade existem sempre quem queira que se volte para a infância, a esses, adeus que o comboio já partiu.

Claramente o que hoje 29-01 incomoda os “outros” é a evolução e a maturidade que o Partido Chega atingiu, isto é visível no meu da sociedade e na qualidade dos conteúdos discutidos durante este fim de semana.

Basta comparar com o último congresso da IL, basta verificar o nível de apresentação e discussão das soluções que durante todo o sábado foram apresentadas na V Convenção.

O carinho que nas ruas de Santarém que o “povo” tinha com os delegados, a forma como fomos recebidos e tratados em restaurantes e hotéis em Santarém, os incentivos que recebíamos para continuar a luta e não desistir, isto para nós é um tónico mas uma grande dor de cabeça para os outros.

Sim eles sabem que não conseguem demover o sentido e objetivo desta causa tão bem defendida pelo André Ventura. Eles sabem que não “ tem pedal “ para acompanhar, pois são obrigados a não desiludir os velhos patrocinadores e grupos de interesses que dominam os outros partidos.

Dizem que não temos ideias para o país e nem foram discutidas soluções?

Então o que dizer da discussão sobre a importância de organizar as autarquias, o que dizer sobre a discussão sobre o Lítio, o que dizer sobre o programa de habitação social, o que dizer sobre a discussão das finanças locais e administração local, o que dizer sobre a discussão sobre a política das cidades inteligentes, o que dizer sobre o projeto D. Sancho i ( repovoação do interior), o que dizer sobre a discussão sobre erradicar a pobreza, o que dizer sobre a discussão sobre família educação e liberdades, o que dizer sobre a discussão sobre a rede nacional de água, o que dizer sobre a discussão sobre o Turismo, o que dizer sobre a discussão da literacia financeira, o que dizer sobre a juventude, o que dizer sobre a transição energética e o que dizer sobre as reformas injustas dos bombeiros, sim isto tudo foi discutido mas os outros dizem que nada foi discutido.

Aos “outros”, menos cegueira, menos surdez e façam o vosso trabalho que nós já estamos a caminho.

“A maturidade começa a manifestar-se quando sentimos que a nossa preocupação é maior pelos demais que por nós mesmos.”

― Albert Einstein

Portugal merece a nossa maturidade e a nossa dedicação, viva o CHEGA viva o André Ventura .

Octávio Ferreira 
(Coordenador do CHEGA Condeixa-a-Nova)

Folha Nacional

Folha Nacional

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados