22 Fevereiro, 2024

Rússia acusa Ocidente de querer desestabilizar a situação na Sérvia

A Rússia acusou hoje o Ocidente de querer "desestabilizar" a situação na Sérvia, onde a oposição contestou os resultados das recentes eleições legislativas e municipais e manifestantes tentaram entrar na Câmara Municipal de Belgrado.

© Site Oficial da Federação Russa

“É evidente que o coletivo do Ocidente quer desestabilizar a situação no país”, declarou a porta-voz da diplomacia russa Maria Zakharova, citada pela agência pública RIA Novosti.

A porta-voz comparou as manifestações na Sérvia às de Maidan, em Kiev, que levaram à chegada ao poder de pró-ocidentais na Ucrânia, no início de 2014.

Os manifestantes que contestaram os resultados das recentes eleições legislativas e municipais na Sérvia tentaram atacar a Câmara da capital no domingo, mas foram reprimidos ​​pela polícia.

O Presidente nacionalista sérvio Aleksandar Vucic disse que dois polícias ficaram feridos com gravidade durante a manifestação, na qual mais de 35 pessoas foram presas.

O escrutínio de 17 de dezembro suscitou várias críticas depois de uma equipa de observadores internacionais – composta por representantes da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) – ter denunciado uma série de irregularidades, nomeadamente fraude eleitoral.

No domingo, o Presidente Aleksandar Vucic definiu estas alegações de “mentiras grosseiras” promovidas pela oposição.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados