17 Abril, 2024

PSP identifica quatro jovens por rixa junto a escola na Amadora

A Polícia de Segurança Pública (PSP) foi chamada na quinta-feira por uma escola na Amadora, no distrito de Lisboa, que alertou para uma rixa entre jovens, tendo identificado quatro pessoas, disse hoje fonte policial.

© Facebook/PSP

Segundo contou à Lusa o porta-voz do Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP, comissário Artur Serafim, a direção da Escola Secundária Seomara da Costa Primo alertou para “uma desordem envolvendo armas brancas”.

A presença de armas foi confirmada através do sistema de videovigilância que existe no concelho da Amadora, mas, quando a PSP chegou ao local, a situação reportada já tinha terminado e, feitas buscas nas imediações, não foi intercetado nenhum dos cinco jovens referidos pela escola.

De seguida, a escola comunicou que alguns jovens em causa tinham regressado ao estabelecimento de ensino e foi nessa altura que a PSP identificou quatro pessoas, com 18 e 19 anos, alguns deles alunos, por “participação em rixa”, relatou a mesma fonte, precisando que esta opunha “grupos juvenis rivais”.

Apesar de não terem sido apreendidas quaisquer armas, um deles confessou que estava na posse de uma faca, que deitou no lixo, mas que não foi encontrada pela PSP, referiu o porta-voz.

A PSP não tem indicação de quaisquer feridos ou de outro tipo de danos.

A identificação dos jovens foi comunicada ao Tribunal de Família e Menores.

O comissário Artur Serafim recordou que este e outros estabelecimentos de ensino são acompanhadas pelo programa Escola Segura.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados