23 Maio, 2024

Autarcas do PSD/Porto contra indicação de Rui Moreira como cabeça de lista às europeias

Militantes e autarcas do PSD/Porto, entre os quais Vladimiro Feliz, que foi o candidato social-democrata à Câmara do Porto, manifestaram-se hoje contra a intenção da direção nacional de indicar Rui Moreira como cabeça de lista às eleições europeias.

© Facebook/ruimoreira

Os subscritores consideram ser “uma traição aos portuenses, aos militantes, simpatizantes e autarcas eleitos pelo PSD”, afirmando não terem dúvidas de que “deixará marcas profundas na confiança que os portuenses têm no PSD”.

“Como é obvio, confrontados com os atuais rumores, cada vez mais certos, de que o atual edil do Porto venha a ser cabeça de lista, indicado pelo PSD, às próximas eleições europeias, queremos deixar claro publicamente que nos demarcamos desta opção”, lê-se num comunicado assinado por cerca de duas dezenas de militantes, autarcas e ex-autarcas do PSD do Porto.

PSD e CDS-PP vão reunir hoje à noite, em Lisboa, os seus conselhos nacionais para aprovarem a lista de candidatos às europeias e aprovarem uma alteração à denominação da coligação pré-eleitoral AD, com que se apresentarão a eleições a 09 de junho.

No manifesto a que a Lusa teve hoje acesso, os subscritores afirmam tomar “esta posição a pensar só nos interesses da cidade, em garantir a sua governabilidade e a inclusão de propostas essenciais do nosso programa”.

“No entanto, o facto de Rui Moreira ter visto decrescer a sua popularidade ao longo dos seus mandatos não será alheio a esta estratégia de em todos os momentos se ter tentado dar com deus e com o diabo, sem esconder fortes ataques ao sistema partidário nacional, de acordo com os interesses do seu projeto político. Sistema esse que, agora, tem uma vontade enorme de integrar”, sublinham.

Para os subscritores, a proximidade que o independente Rui Moreira “sempre manteve e mantém com António Costa, tendo mesmo afirmado que ‘Portugal tinha a sorte de ter António Costa como primeiro-ministro’, torna difícil, ou não, de compreender a recente aproximação à AD”.

“O Porto nunca perdoou a quem o abandona. Na história da cidade, a liderança do atual edil ficará apenas uma linha e um ponto final, sem conteúdo”, concluem os subscritores deste manifesto.

Alexandra Rodrigues, militante e empresária na cidade do Porto, Alexandre Pinto, militante, dirigente do PSD e membro da direção de campanha autárquica no Porto em 2021, Bernardo Abilheira, militante, ex-dirigente e autarca do PSD na cidade do Porto, Eduardo Carvalho, militante, ex-autarca, candidato do PSD a presidente da freguesia de Aldoar da candidatura de Rui Rio em 2009, Fernando Braga de Matos, autarca, e Filipe Sampaio Rodrigues, candidato a vereador do PSD no Porto nas eleições autárquicas de 2021, são algumas das pessoas que assinam o documento.

A estes somam-se Inácio Roseira, militante, dirigente e candidato autárquico do PSD nas eleições de 2021, João Pedro Antunes, dirigente do PSD, autarca, candidato a presidente da União de Freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde em 2021, João Pinto, militante e candidato autárquico, João Gonçalves, militante, autarca e ex-presidente da JSD/Porto, José Pedro Fonseca, autarca, ex-dirigente do PSD e JSD, e Luís Magalhães, militante, candidato a vereador nas eleições autárquicas de 2021.

Acima ainda o manifesto Miguel Aroso, autarca e dirigente do PSD, Miguel Corte Real, líder do grupo do PSD na Assembleia Municipal do Porto, Miguel Guimarães, autarca, Nuno Krug de Noronha, militante e autarca, Pedro Vaz Branco, militante e ex-dirigente, Rita Monteiro de Sousa, candidata a vereadora e mandatária da juventude nas autárquicas de 2021, Tiago Mota e Costa, militante, ex-presidente da JSD/Porto e diretor de campanha autárquica do PSD na cidade do Porto em 2021, e Vladimiro Feliz, candidato a presidente da Câmara Municipal do Porto em 2021.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados