27 Maio, 2024

Villas-Boas pensou exclusivamente em Zubizarreta para diretor desportivo do FC Porto

O antigo internacional espanhol Andoni Zubizarreta foi opção exclusiva de André Villas-Boas para diretor desportivo do FC Porto, assegura o candidato da lista B à presidência dos vice-campeões nacionais de futebol nas eleições de sábado.

© Facebook de André Villas-Boas

 

“Foi a única escolha. Acima de tudo, porque quero uma transição suave do ponto de vista desportivo e temos essa necessidade de nos encontrarmos com os títulos o mais rápido possível. Podíamos ter ido ao mercado de forma mais agressiva, mas isso podia implicar uma demora mais acentuada nos processos de implementação da filosofia desportiva”, admitiu o ex-treinador da equipa de futebol ‘azul e branca’, em entrevista à agência Lusa.

Villas-Boas trabalhou com o ex-guarda-redes de Alavés, Athletic Bilbao, FC Barcelona ou Valência de 2019 a 2020, quando estava no comando dos franceses do Marselha, último dos sete clubes por si orientados em pouco mais de uma década como técnico principal.

“Uma vez que o Zubizarreta se enquadra precisamente naquilo que eu procuro enquanto cultura e organização desportiva e também já conheço o seu bom trabalho, ele sai desse interregno que vinha a fazer para abraçar este projeto. É uma hora de mudança”, definiu.

Andoni Zubizarreta, de 62 anos, está inativo desde que foi diretor desportivo do Marselha, entre 2016 e 2020, replicando as funções exercidas anteriormente com o Athletic Bilbau (2001-2004) e o FC Barcelona (2010-2015), clubes espanhóis sustentados na formação.

“Tem essa experiência, fruto da cultura FC Barcelona e La Masia. No Marselha já não se passava isto, pois a formação alimentava muito pouco a equipa principal, nomeadamente quando ele lá chegou, que foi numa altura de compra e de troca de propriedade, na qual havia mais dinheiro por parte do proprietário para investimento”, notou André Villas-Boas.

Zubizarreta vai ter sob sua alçada cinco diretores, entre os quais Jorge Costa, ex-defesa central internacional português e capitão do FC Porto, que chefiará o futebol profissional, ou Pedro Silva, mestre em treino de alto rendimento e aposta para liderar a performance.

“Há uma mudança radical no plano da filosofia desportiva, porque o objetivo é olhar para quem está dentro [do FC Porto] antes de se ir à prospeção. Nesse campo da deteção de talento, vamos ter de ser muito mais criteriosos e encontrar os melhores futebolistas nos melhores mercados possíveis e onde se possa competir a nível financeiro”, reconheceu.

As áreas da prospeção, da formação e do futebol feminino agregam-se ao organograma planificado por André Villas-Boas, de 46 anos, cujas “valências desportivas” extraídas no passado em cargos técnicos vão ser úteis para a reformatação da direção desportiva do vice-campeão nacional, tendo em vista uma “capacidade de decisão mais ágil e eficaz”.

“Juntámos competências em distintas áreas, o que achamos que é necessário para o FC Porto. Tem sido gratificante ver a adesão cada vez mais maciça e uma boa resposta dos adeptos. Muitas pessoas trocaram situações pessoais e profissionais mais confortáveis para embarcarem nesta viagem com o mesmo espírito de missão que eu tenho”, vincou.

As eleições dos órgãos sociais para o quadriénio 2024-2028 realizam-se no sábado, das 09:00 às 20:00, no Estádio do Dragão, no Porto, e são disputadas por três candidaturas, lideradas por Pinto da Costa (lista A), presidente do clube desde 1982, André Villas-Boas (B) e o empresário e professor Nuno Lobo (C), que foi derrotado no ato eleitoral de 2020.

“Todos os candidatos devem ser tratados de uma forma transparente, rigorosa e honesta no plano operacional e comunicacional. Assim o temos sentido. Cabe aos delegados das mesas de voto elevarem-se para que qualquer questão mais sensível não se torne num processo jurídico ou burocrático nem possa meter em causa decisões eleitorais”, apelou.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados