20 Junho, 2024

Kiev precisa de mais defesa aérea com urgência

A chefe da diplomacia alemã, Annalena Baerbock, numa visita surpresa a Kiev, afirmou hoje que a Ucrânia "precisa urgentemente" de mais defesa aérea face aos bombardeamentos russos na região de Kharkiv, no nordeste do país.

© Facebook de Annalena Baerbock

“A situação na Ucrânia voltou a agravar-se dramaticamente com os ataques aéreos russos em massa contra infraestruturas civis e a brutal ofensiva russa na região de Kharkiv”, disse Baerbock.

Para proteger a Ucrânia da “chuva de mísseis e `drones` russos”, o país “necessita urgentemente de uma defesa aérea reforçada”, afirmou, depois de chegar de comboio noturno à capital ucraniana.

Esta é a oitava visita de Baerbock à Ucrânia desde o início da invasão russa em fevereiro de 2022.

A viagem visa assegurar aos interlocutores ucranianos o apoio da Alemanha e da União Europeia (UE), mesmo tendo em conta o agravamento da situação de combate, segundo o Ministério dos Negócios Estrangeiros alemão.

“O nosso apoio baseia-se na profunda convicção de que a Ucrânia irá vencer esta guerra”, disse Baerbock em Kiev, citada pela agência francesa AFP.

Kiev tem pedido insistentemente ao Ocidente mais sistemas de defesa aérea para proteger Kharkiv, uma região fronteiriça com a Rússia, que é regularmente bombardeada.

Segundo o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, o ataque russo lançado em 10 de maio em Kharkiv pode ser a primeira vaga de uma ofensiva mais vasta.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados