22 Junho, 2024

Filho de Biden condenado pelas três acusações em julgamento federal sobre armas

O filho do Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, Hunter Biden, foi hoje condenado pelos três crimes de que era acusado, num julgamento federal sobre posse de armas no Estado norte-americano de Delaware.

© Facebook / President biden

O júri considerou Hunter Biden culpado de ter mentido a um comerciante de armas com licença federal, de ter feito uma declaração falsa no formulário que preencheu, afirmando não ser consumidor de drogas, e de ter mantido ilegalmente a arma durante 11 dias.

Enquanto o veredicto era lido, Hunter Biden manteve sempre o olhar fixo em frente e não revelou qualquer emoção.

Ele enfrenta uma pena de até 25 anos de prisão, quando a juíza Maryellen Noreika emitir a sentença, embora não seja habitual atribuir aos condenados pela primeira vez uma pena que se aproxime remotamente da moldura penal máxima, não sendo mesmo claro se a juíza lhe imporá sequer algum tempo de prisão efetiva.

Agora, Hunter Biden e o presumível candidato presidencial Republicano Donald Trump, o principal adversário político do atual Presidente, o Democrata Joe Biden, foram ambos condenados por júris norte-americanos num ano eleitoral que se tem centrado tanto em casos judiciais como em eventos de campanha e comícios.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados