24 Abril, 2024

Ventura acusa Gomes Cravinho de querer mandar no Parlamento

Folha Nacional

O presidente do Partido CHEGA, André Ventura, não poupou o ministro Gomes Cravinho a críticas por ter convidado o presidente do Brasil a discursar na cerimónia comemorativa do 25 de Abril sem que o tema tivesse sido discutido e aprovado pelos grupos parlamentares.

“Quero hoje assinalar o desrespeito enorme que o senhor Ministro teve ontem para com esta casa, o desrespeito enorme que teve ontem para com este Parlamento, e o desrespeito enorme que teve para com a maioria dos democratas portugueses”, começou por dizer André Ventura.

Duro nas críticas, André Ventura deixou claro ao ministro que “não é a si que lhe compete, enquanto ministro do governo, anunciar quem discursa nesta casa, e se esse convite já nos envergonharia a todos e certamente envergonhará a maioria do povo português, não seria a si, mas à conferência de líderes e ao presidente da Assembleia da República que competiria esse anúncio”.

“Isto é vergonhoso e deve-se à sua ação. Não sei se foi para desviar as atenções de outra coisa qualquer, mas só levou a um enorme desrespeito aqui ao Parlamento e portanto, senhor ministro, eu não podia deixar passar este momento sem deixar esta nota de repúdio político por, pela primeira vez, a cerimónia do 25 de Abril – que deveria ser de todos os portugueses –vai, pela primeira vez, ser altamente partidarizada”, rematou o Presidente do CHEGA.

Folha Nacional

Folha Nacional

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados