20 Abril, 2024

Autoridades russas elevam para 182 os feridos do atentado terrorista de sexta-feira

As autoridades russas elevaram para 182 o número de feridos no ataque de sexta-feira contra a sala de espetáculos Crocus City Hall, segundo o último balanço divulgado hoje à noite e quando os serviços de emergência vão recuperando mais corpos dos escombros.

© D.R.

O balanço dá ainda conta de 137 mortos.

O Departamento de saúde da região de Moscovo publicou na sua página digital uma lista de falecidos que inclui dados sobre as hospitalizações: 101 pessoas permanecem internadas, 61 recebem tratamento ambulatório e 20 tiveram alta, num total de 182 feridos.

No decurso das buscas, os investigadores encontraram duas espingardas Saiga, mais de 500 cartuchos e 28 carregadores, que os atacantes abandonaram no local antes de iniciarem a fuga, e após terem incendiado o recinto.

Até ao momento, as forças de segurança detiveram 11 pessoas relacionadas com o ataque, das quais quatro participaram pessoalmente no atentado, segundo as autoridades russas.

Os suspeitos do ataque de sexta-feira compareceram na noite de hoje num tribunal distrital da capital da Rússia. Perante forte presença policial em torno do Tribunal distrital Basmanny.

O primeiro suspeito, Dalerjon Barotovich Mirzoev, compareceu perante o Tribunal Basmani de Moscovo, com a juíza, Elena Lenskaya, a decretar detenção provisória até 02 de maio após ser indiciado por delito de atentado terrorista de um grupo organizado de pessoas, de acordo com um artigo do Código penal russo que prevê penas até à prisão perpétua.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados